terça-feira, 26 de março de 2013

Sedução de Eduardo Nunes - Resenha

Sedução
Eduardo Nunes - 160 páginas - Novo Século


Resenha

Simplesmente machista; nem perca seu tempo

06/09/2012

Um livro extremamente machista. Na verdade, é um manual para que as mulheres aprendam a serem submissas e recatadas, e, dentro deste contexto, obterem algum prazer. Mas sem lutar contra o machismo jamais, apenas aprendendo a conviver com ele, já que o autor considera impossível destruir a cultura asquerosa que ele retrata.

Só não me arrependo completamente de ter lido porque é bom saber da existência de homens com a mentalidade torpe descrita nessas páginas. Assim eu posso pelo menos evitar me relacionar com esses vermes. E duas dicas boas: masturbar-se uma vez por dia e exigir sexo oral do parceiro antes da penetração.

O autor está parcialmente certo em afirmar que as mulheres também compactuam com o machismo, inclusive transmitindo isso na educação de seus filhos(as). Mas é importante considerar que mães não educam sozinhas, filhos e filhas também são responsabilidade dos pais. E não são todas mulheres que fazem isso; mas a cultura é sempre fruto de uma constante reiteração. E ele definitivamente não me convenceu de que se uma mulher tem "muitos" parceiros ou "poucos" namoros com duração superior a seis meses, ela tem menor valor. Nesses casos ele recomenda esconder isso dos homens. haha Ou seja, sejamos hipócritas!

As mulheres precisam ser inspiradas a ter liberdade de escolha sexual, e não a ter vergonha de quem realmente são. Esse livro é uma das maiores provas de que a sociedade ainda espera que as mulheres sejam bonitas, arranjem um marido e façam sexo apenas com ele. Eu o joguei fora; nem tive coragem de trocar com alguém porque outras pessoas não merecem ler uma mensagem tão pessimista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu me reservo o direito de não responder perguntas cuja resposta esteja no próprio post. Comentários imbecis e sem embasamento estão sujeitos a ridicularização. Comente por sua conta e risco. Obrigada!