quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Menstruação: O tabu

Uma das mais femininas realidades de nosso mundo é a menstruação. O corpo feminino convive com ela por todo seu período reprodutivo; ela está sempre sinalizando, ciclo após ciclo, que uma gravidez não ocorreu. 

Mas afinal, por que ficamos menstruadas? Simplificando bastante, o útero se prepara para uma gestação a cada ciclo. Caso nenhum espermatozoide fecunde o óvulo, ele morre. O corpo então "entende" que a gravidez não aconteceu e elimina essa preparação cerca de duas semanas depois. Sendo assim, a menstruação é um sintoma de que seu corpo está funcionando bem, pois é parte do ciclo reprodutivo. A menarca, que é a primeira menstruação, só começa a vir quando a mulher (às vezes ainda menina) começa a ovular.    

A menstruação é uma mistura de sangue e tecido do útero. Esse tecido já não tem mais função no corpo, então precisa ser eliminado. Às vezes, a gente sente cólica por causa dos movimentos que o útero faz para eliminá-lo. Deitar com uma bolsa de gel morna sobre a barriga costuma aliviar essas dores.

O ideal é conversar com o/a ginecologista, mas existem remédios que são vendidos sem prescrição médica que podem ajudar. Eu tenho usado ibuprofeno 400mg e tenho tido bons resultados. A vantagem dele sobre o Buscopan® (Butilbrometo de Escopolamina) é que o Buscopan® é anti-espasmódico, então pode prender o intestino de pessoas predispostas. Já o ibuprofeno é anti-inflamatório, então age em todas as dores do corpo, inclusive as cólicas. A Boehringer Ingelheim lançou o ibuprofeno sob o nome fantasia Buscofem®, mas é o mesmo ibuprofeno vendido com outros nomes. A única diferença é o marketing direcionando o produto para o público feminino.

Eu sei que cada uma de nós responde à menstruação de uma forma diferente, mas eu gostaria de questionar a rejeição à menstruação. Toda essa ideologia de que menstruação é algo ruim tem raízes misóginas, e nós devemos sempre nos colocar contra manifestações misóginas. A menstruação é parte da feminilidade, por que não abraçá-la como tal? Somos mulheres, ficamos menstruadas e ponto final. Quando estamos em idade reprodutiva, se a menstruação para de vir, excluindo a possibilidade de gravidez, isso é um sintoma de alguma doença. Anorexia, anemia, só para citar alguns exemplos. Mulher que menstrua é mulher nutrida o suficiente para menstruar.   

O que proponho é que encaremos a menstruação como parte da essência de ser mulher, não como um estorvo. Ter uma atitude positiva diante do período menstrual pode até mudar nossas sensações ao longo dele, pois boa parte do sofrimento sempre é psicológico. Por que não aproveitar os seis dias menstruada para pegar mais leve e ser mais complacente com si própria? Talvez aceitar os sinais do corpo, relaxar, fazer o trabalho imprescindível, mas sem estresse. 

E é bom lembrar, a menstruação não impossibilita a atividade sexual. É importante usar preservativo, pois é maior o risco de transmissão de doenças devido à presença de sangue, mas esse já é um cuidado de sempre, né? No caso de penetração na vagina (ou ânus) com os dedos, recomendo usar luvas descartáveis ou colocar uma camisinha no(s) dedo(s). E lembre-se de proteger o lençol com uma toalha, caso manchas sejam um problema. Mas eu vou escrever mais sobre isso num texto sobre sexo na menstruação.  

Esse assunto tem muito a ser discutido. Ainda pretendo tratar das implicações dos ciclos menstruais dentro do paganismo. Também prometo um vídeo falando sobre o Inciclo, aquele coletor menstrual que tem sido comentado como uma alternativa para os absorventes. Já fiz o pedido, estou aguardando a entrega.

2 comentários:

  1. Olá, Patty. Concordo muito com você sobre isso de boa parte do sofrimento ser psicológico. Existe uma cultura muito forte que dita que a menstruação é algo sujo, asqueroso, e eu percebo que as mulheres sentem-se muito mal quando menstruam justamente por conta dessas insinuações. Existe até uma lenda de que a menstruação é um " castigo divino" dado à Mulher por Eva ter comido o fruto proibido e blá blá blá... Não sei se você já ouviu essa abominação; é pura misoginia.

    Eu estou mudando aos poucos a minha relação com a menstruação e tenho tido ótimos resultados. Por favor, publique logo o post sobre menstruação e paganismo; é um assunto que me interessa muito, mesmo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Nemêsis. Eu vou pesquisar um pouco mais sobre o papel da menstruação no paganismo antes de escrever o post, mas devo publicá-lo logo.

      Sim, existem várias crenças religiosas que veem a menstruação como algo ruim, sujeira, impureza; crenças muito antigas. Mudar essa visão é uma tarefa árdua e lenta.

      Abraços.

      Excluir

Eu me reservo o direito de não responder perguntas cuja resposta esteja no próprio post. Comentários imbecis e sem embasamento estão sujeitos a ridicularização. Comente por sua conta e risco. Obrigada!