sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Num gancho qualquer

Num gancho qualquer

Postada originalmente em 12/08/2006 às 14h09.

Nada é o que parece. Liberdade? Ninguém é livre.
Prisioneiros do sistema, prisioneiros de nossos sentimentos, prisioneiros de nosso corpo. Pesadas correntes invisíveis nos mantêm cativos.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu me reservo o direito de não responder perguntas cuja resposta esteja no próprio post. Comentários imbecis e sem embasamento estão sujeitos a ridicularização. Comente por sua conta e risco. Obrigada!