sábado, 7 de dezembro de 2013

Rosa Sangrenta

Originalmente postada: Quarta-feira , 09 de Julho de 2008.

Rosa Sangrenta




Uma rosa.
Tão bela, tão suave, tão macia.
Uma rosa.
Tão frágil, tão doente, tão agressiva.
Ainda sangra, ainda sofre, agoniza sozinha.
Doce rosa triste. Não consigo evitar seu encanto.
A pétala é um afago, e o espinho é meu pranto.
Tento acariciá-la e no entanto
sou dilacerada por suas defesas pontiagudas.
Doce rosa triste. Não consigo evitar seu encanto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu me reservo o direito de não responder perguntas cuja resposta esteja no próprio post. Comentários imbecis e sem embasamento estão sujeitos a ridicularização. Comente por sua conta e risco. Obrigada!