quinta-feira, 15 de maio de 2014

Todo o racismo de The Vampire Diaries

Há duas semanas, eu defendi minha tese de mestrado, que versa sobre a forma como a sexualidade feminina é mostrada no seriado estadunidense The Vampire Diaries.  

Embora minha pesquisa seja focada em gênero, isso não impede que eu perceba o quanto a etnia negra é tratada com desdém na série. Aproveitando os acontecimentos recentes (a absolvição de Danilo Gentili por ter oferecido bananas a um rapaz negro e a banana atirada no estádio para Daniel Alves), decidi fazer uma análise do racismo na série. 

O seriado de TV The Vampire Diaries é baseado numa série homônima de livros young adults escritos pela autora L.J.Smith (também chamada de Lisa Jane ou Ljane). Embora eu goste dos livros de Lisa, devo admitir que são absurdamente brancos. A maioria das protagonistas são loiras de pele branca, como é o caso da Elena Gilbert original. Em seguida temos as brancas de cabelos castanhos ou negros e, por último, as ruivas. Eu li quase todos livros dela e posso afirmar com segurança que não vi nenhum personagem negro na fase anos 1990. Nos mais recentes, pós politicamente correto, devo ter visto uma senhora negra que provavelmente cumpria a cota. 

Desenho de Bonnie no site oficial de L.J.Smith
Na adaptação para o seriado, os produtores fizeram de tudo para tornar a história o menos cosmopolita possível, de acordo com o gosto estadunidense. Os irmãos Salvatore, que eram italianos nos livros, se tornaram estadunidenses descendentes de italianos. As bruxas druidas se tornaram bruxas de Salém, o que também permitiu dar um lugar para personagens afrodescendentes na trama. Damon Salvatore passou de olhos negros para os olhos azuis do galã Ian Somerhalder. E foi aí que surgiu um problema.  

Nos livros da série "The Vampire Diaries", Elena tem uma amiga bruxa chamada Bonnie McCullough. Ela é ruiva, sardenta, descendente de druidas escoceses e tem um "affair" com Damon Salvatore, o irmão malvado. 

Fonte: CW
Bonnie Bennet (Kat Graham) é a bruxa de Salém do seriado. Kat Graham, que também é cantora, é o que chamamos de "negra branca"; está na mesma categoria de Naomi Campbell. Ela tem olhos verdes, traços "delicados" e cabelos alisados. A outra categoria de negras que aparecem na mídia são as "exóticas", tipo Grace Jones e Alek Wek.

Ao longo das temporadas da série de TV, ficou claro que não havia intenção de colocar Bonnie e Damon como um casal. Ninguém disse oficialmente que isso tem algo a ver com o fato de Kat ser negra, mas é difícil negar a essa altura.

Fonte: CW
Não só devido a comentários de "fãs" dizendo que "essa preta macumbeira não está a altura dum príncipe como Ian Somerhalder", mas também porque Bonnie aparece raramente com um interesse amoroso, e, até a quarta temporada, apareceu beijando praticamente apenas parceiros negros. Ela parece namorar Jeremy Gilbert, irmão de Elena, há algum tempo, mas eles parecem casal gay em novela da Globo. Foi mais falado que eles fizeram sexo do que visto. Só na quinta temporada eles começaram a aparecer em cenas com algumas demonstrações de afeto, mas mesmo assim, muito leves. E Jeremy já havia aparecido em cenas de sexo com Anna na primeira temporada.

É curioso que num seriado com tantas cenas de sexo, a única personagem negra do elenco permanente nunca apareça em nenhuma delas. Parece que uma mulher negra não pode ter sexualidade, ou que o corpo da negra não é atraente. Pra mim deixa bem claro quem é o público alvo do programa; com quem os produtores desejam criar identificação. A loira Caroline Forbes está sempre cercada por pretendentes, isso não é aleatório. 

Também é revoltante que boa parte da audiência tenha se virado contra Bonnie pela mera possibilidade de que ela tivesse um relacionamento com Damon. Enterrar um casal com uma fanbase tão sólida como Bamon só porque a maior parte da audiência acha que o galã branco não pode se relacionar com uma personagem negra só prova o quanto racismo é institucionalizado e naturalizado em nosso mundo. 

Fonte: CW
Eu fiquei particularmente indignada ao ver que meninas escreviam "burn the witch" como uma mensagem de ódio contra Bonnie. Queimar bruxas foi parte de um processo misógino chamado inquisição que aconteceu no século XVI. Não tem como uma alusão a esse tipo de violência ser engraçada. Não é engraçado que milhares de mulheres foram torturadas e queimadas vivas porque a igreja decidiu culpar mulheres por tudo de ruim que acontecia no mundo. Como afirma Regina Navarro: 

"Desde a Antiguidade as mulheres detinham um saber próprio, transmitido de geração em geração: faziam partos, cultivavam ervas medicinais, curavam doentes. Na Idade Média seus conhecimentos se aprofundaram e elas se tornaram uma ameaça. Não só ao poder médico que surgia, como também do ponto de vista político, por participar das revoltas camponesas. Com a “caça às bruxas”, no século XVI, 85% dos acusados de feitiçaria eram mulheres. Milhares delas foram executadas, na maior parte das vezes queimadas vivas"  (LINS, 2011, grifo da autora).



Fonte: CW
Ou seja, a audiência do seriado, composta principalmente por mulheres de 18 a 32 anos, não apenas manifestou racismo, mas misoginia também. 

Atualmente, The Vampire Diaries está na quinta temporada e o casal Bamon de fato foi abortado. Mas considerando o número de agressões que Damon cometeu contra Bonnie, é preferível que a história continue assim. O Damon do seriado trata mulheres muito mal, principalmente as negras. É vergonhoso que meninas ao redor do mundo realmente sintam desejo por um personagem abusivo por um fetiche de buscar um lado bom escondido dentro dum criminoso. Damon se aproveita de garotas hipnotizadas, ou seja, as estupra. Damon mata amigos e parentes de Elena quando está bravo com ela. Damon desdenha as bruxas quando estão fazendo feitiços, ou seja, trata o trabalho de mulheres negras como algo sem importância. Eu realmente acho difícil redimir um personagem que faz coisas assim só porque ele é divertido e bonito. O número de garotas torcendo para o casal Delena é a prova viva do quanto as mulheres estão condicionadas a desejar homens que as desrespeitam.  

8 comentários:

  1. Adorei toda sua visão sobre esse assunto. Podemos reparar bem isso no ódio desmotivado que sentem por essa personagem. Não tenho dúvida que se ela fosse interpretada por uma loira ou mesmo uma mais clara de cabelos escuros, todos esses que a odeiam iriam amar.
    Nunca vão adimitir que estejam sendo racistas, vão vir com o discurso que achamos tudo preconceito... aliás, essa é a estratégia do momento, dizer que vemos racismo em tudo.
    Uma personagem forte e com aquele carataer não deveria ser tão odiada, mas parece que não importa o caráter e sim a etnia. Uma coisa que reparo, é que dos protagonistas e até dos coadjuvantes, ela é a que fica mais sem aparecer nos episódios, passa dois, três episódios sem aparecer.
    Já li muito racismo velado quando o assunto é esse casal, vejo que as pessoas que não gostam dela é realmente uma questão de racismo.
    Apesar de receber muita importância na serie e ser mais interessante que a do livro, vejo pessoas a chamarem de inutil na serie, quando toda a mitologia da serie esta ligada a ela. Veja como o racismo é maior e principalmente por parte dos fãs.

    ResponderExcluir
  2. Eu traduzi o seu ensaio para o Inglês e editado algumas linhas, aqui e ali. Sua visão de The Vampire Diaries, tanto no livro e série televisiva, me dá uma idéia de como misygony eo racismo é visto em diferentes partes do mundo, nome de Português; e eu queria agradecer-lhe por isso.

    Então, muito obrigado! Foi muito perspicaz !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Roz!

      Seu texto ficou ótimo, parece até que você fala português!

      Excluir
  3. Patty vc tinha toda razão. Nao sei se vão mudar mas eu estou vendo TVD com outros olhos depois sesse seu post.

    ResponderExcluir
  4. Bonnie é a melhor da série, eu em, deu a vida pelos amigos, é uma personagem excelente, sem sombras de dúvidas, e ela é linda....

    ResponderExcluir
  5. É revoltante isso né, perceberam que todas as mulheres que Demon fica são brancas interessante isso não é

    ResponderExcluir
  6. nunca imaginei damom com bonnie ( ja que ele so fez idiotice com ela )a nao ser na setima temporada mais se eles fossem um casal ficariam lindos juntos , sobre o fato de o damos ser racista nao tem nada a ver ja que a uma lei americana em que pelo menos 10 % de um elenco tem de ser negro isso quer dizer que como eles nao tem tantos atores negros eles precisao de mais figurantes negros o damom debocha de todas as bruxas nao so das negra ja que ele se acha mais util e forte e para voce saber na sexta , setima e oitava temporada damom e bonie sao melhores amigos eles tem uma aprossimaçao tao forte quanto a dele com o stefan quase tiveram um romance entre eles mais nao aconteceu por que o damom super ama a elena e a bonnie se apaixona pelo enzo ( que nao é negro ) e nada ver isso de hipnotizar para poder estuprar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, TVD foi tema de meu mestrado. Eu conheço toda a história, tanto livros como a série.

      Excluir

Eu me reservo o direito de não responder perguntas cuja resposta esteja no próprio post. Comentários imbecis e sem embasamento estão sujeitos a ridicularização. Comente por sua conta e risco. Obrigada!